Banner 728x90..png

Como definir uma missão inspiradora


A missão é um dos aspectos que compõe a identidade organizacional e tem por objetivo apresentar aos colaboradores, clientes e parceiros o propósito da organização existir, seu papel na sociedade e os benefícios gerados as pessoas.

No Brasil, parece comum que organizações definam sua missão respondendo a três perguntas básicas: (1) O que a organização faz? (2) Como faz? (3) Para quem faz?

No entanto, Simon Sinek, autor do Best Seller “Comece com o porquê” fez descobertas intrigantes em relação à forma como os líderes e as organizações mais inspiradoras do mundo se comunicam com suas partes interessadas. Ele descobriu que os líderes e as organizações mais inspiradoras se comunicam da mesma forma. Ele chamou sua descoberta de círculo dourado.

O círculo dourado é composto por três perguntas: (1) Por quê? (2) Como? (3) O quê?

A ideia de Sinek é que cada organização no planeta sabe o que faz: presta serviço, vende produtos, etc. Algumas sabem como faz: normalmente chamam de proposta de valor. Mas, poucas organizações no mundo sabem por que fazem o que fazem. A ideia por trás do “porque” não está relacionada ao lucro. Lucro é resultado. Com o “por quê?” a organização deve responder sobre qual é o seu propósito? Por que existe? Por que as pessoas devem se interessar por seus produtos ou serviços?

Neste sentido, a figura abaixo apresenta que organizações que elaboram sua missão com foco em resultado (lucro), pensam, agem e comunicam-se de fora para dentro. Partem do aspecto mais claro para o mais confuso (o quê? >> como? >> por quê?). No entanto, organizações inspiradoras, independente de seu tamanho ou área de atuação, pensam, agem e comunicam-se de dentro para fora (por quê? >> como? >> o quê?).

A descoberta de Sinek é fundamentada nos princípios da biologia. Para o autor, o círculo dourado se correlaciona com o cérebro humano visto de cima. O neocortex, o nosso cérebro mais novo, que é responsável por todo nosso pensamento analítico, racional e pela linguagem corresponde ao nível “o quê?”. Já o sistema límbico, responsável pelos comportamentos, emoções e sentimentos corresponde ao nível “por quê?”. Ou seja, quando as organizações se comunicam de dentro para fora, falam diretamente para a parte do cérebro que controla o comportamento e as emoções, permitindo que as pessoas racionalizem com as coisas tangíveis que fazem.

Com base neste conceito, temos adaptado o círculo dourado de Sinek para ajudar organizações a definir sua missão organizacional.

Como elaborar uma missão inspiradora?

Abaixo você pode conferir os três passos que podem ser utilizados no momento de desenvolver ou realinhar a missão de sua organização ou da organização onde você trabalha ou presta serviço.

1º passo – Desenhe o círculo dourado

Realize um workshop com os principais gestores da organização (quão mais alta for a hierarquia, melhor) com o intuito de definir ou realinhar a missão organizacional. Neste primeiro momento, desenhe o círculo dourado em uma folha de flip chart, coloque em um quadro ou na parede da sala onde se realiza o workshop e escreva de fora para dentro em cada fase do círculo: “o que a organização faz?”, “como a organização faz?”, e “por que a organização faz?”.

2º passo – Faça a pergunta certa

Nesta etapa é importante que se faça a pergunta certa. Não hesite em perguntar aos gestores: - “Por que sua organização existe?” É provável que os gestores se sintam desconfortáveis ao serem questionados sobre o porquê da organização existir e tenham dificuldade em conseguir enxergar os benefícios do trabalho da organização. Caso isso aconteça, direcione sua pergunta para os aspectos mais fácies de serem respondidos: “o quê?” e “como?”. Em seguida, permita que os gestores respondam a pergunta inicial e percebam os benefícios gerados aos clientes até chegar a uma declaração de missão que seja consenso entre os participantes.

3º passo - Valide a missão

Após definida, é importante validar a missão com base em alguns critérios. Uma missão que inspira clientes e engaja colaboradores deve ser:

Clara: as pessoas devem entender o que a organização quer transmitir. Deve ser clara o suficiente para que ao olhar a missão, as pessoas consigam observar os benefícios do trabalho da organização e identificar como ajudá-la a gerar estes benefícios.

Curta: para ser lembrada. A mensagem precisa ser curta o suficiente para estar sempre na mente de colaboradores, clientes e parceiros. Deve servir como um mantra que guia a existência da organização. Tenho orientado algumas organizações a definir sua missão quase como slogans, mais especificamente, como se estivessem escrevendo no Twitter, com um máximo 140 caracteres.

Emotiva: para tocar o coração das pessoas. Além de estar na mente a missão precisa estar no coração de colaboradores, clientes e parceiros. Quando a declaração de missão toca a parte do cérebro que comanda o comportamento e as emoções, as pessoas que acreditam no que a organização acredita sentem-se convidadas a ajudá-la.

Um exemplo de organização inspiradora

Algumas organizações que oriento estão realinhando sua missão conforme apresentado. Os resultados aparentam ser excelentes. As equipes estão mais motivadas, engajadas e inspiradas. No entanto, o melhor exemplo que tenho para mostrar é de uma grande organização a nível mundial, que há muitos anos entendeu este conceito e aplica exatamente todos os critérios para definir uma missão que inspira clientes e engaja colaboradores. A missão desta organização, em minha opinião, talvez seja a mais clara, curta, emotiva, engajadora e inspiradora que tenha conhecimento.

Muitas organizações deveriam aprender mais com a “The Walt Disney Company”, ou ao menos com sua incrível missão de: “Fazer as pessoas felizes”.

Dica importante:

A missão da organização deve sempre responder a pergunta chave: por que as pessoas deveriam se interessar por meu produto ou serviço? Afinal, como diz Sinek, “as pessoas não compram o que você faz, elas compram por que você faz”.

ASSINE NOSSA

NEWSLETTER

SEMANAL

Acesse o mapa de nosso site

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

Formações

Modelo de Gestão por Resultados ® - MGR

Copyright © 2019 Arcanjo & Company. Todos os direitos reservados. Arcanjo Consultoria Empresarial e Desenvolvimento Humano Ltda. CNPJ: 20.772.110/0001-89.

Avenida Governador Agamenon Magalhães, 2936, sala 1303, Espinheiro, Recife - Pernambuco CEP 52020-000.